Como aplicar People Analytics no Recrutamento e Seleção?

recrutamento e seleção utilizando people analytics

Este conteúdo foi desenvolvido originalmente por Renata Araújo, analista de marketing da Sólides, empresa que oferece plataforma completa de Gestão de Talentos com People Analytics e Gestão Comportamental. 

O recrutamento e seleção é um processo complexo realizado pelo RH. Pode parecer simples para alguns, mas o planejamento de cada etapa a ser realizada até o momento da contratação de um candidato, é bastante moroso. É preciso pensar em fatores como o tempo disponível, orçamento e que cada vaga demanda competências e habilidades técnicas diferentes, ou seja, cada processo seletivo realizado deve ser planejado estrategicamente para conseguir contratar a pessoa certa para a vaga certa. 

O objetivo de aplicar people analytics no recrutamento e seleção é de conseguir analisar dados completos de todos os colaboradores da sua empresa e, dessa forma, obter qual o perfil ideal para cada vaga a ser preenchida. A partir dos dados entregues pelo People Analytics, é possível identificar as competências de um candidato, comparando-o com seus profissionais de alta performance, contratando assim, grandes talentos para cada cargo. 

Em um mundo onde a tecnologia tem tomado conta, o mercado demanda cada vez mais o avanço na forma de realizar a gestão de pessoas. Dentro desses novos avanços,o processo de recrutamento e seleção também está incluso. O mercado quer saber como novas tendências podem aprimorar cada processo. Pensando assim, entra o People Analytics, que está sendo cada vez mais utilizado no mercado, principalmente para a tomada de decisões mais estratégicas e certeiras. 

Mas o que é People Analytics?

Como o próprio nome diz, é a analise de pessoas, a entrega de dados completos sobre os colaboradores de uma empresa. People Analytics tem otimizado a gestão de pessoas e transformado como tem sido feita, pois a partir da metodologia, muitas empresas conseguem analisar precisamente e de forma ágil o comportamento de cada colaborador. 

Essa metodologia surgiu pela necessidade de tirar o trabalho manual do RH, antigamente, todos os dados eram mantidos em pastas e muitas vezes essas informações não eram encontradas, prejudicando o trabalho do RH. Surgiu então, a metodologia do People Analytics, que auxilia o setor a analisar todos os dados comportamentais do colaborador. 

A metodologia entregará dados que mostram o que provoca maior engajamento de colaboradores e o que os tornam mais produtivos. Identifica situações de possíveis conflitos que prejudicam o ambiente de trabalho. Por meio desses dados, o RH tomará decisões estratégicas para solucionar os desafios. 

Por ser um número muito grande de informações, o responsável pelo People Analytics deverá juntar todos os dados e aplicar em um Big Data, dessa forma, dados não ficarão dispersos e serão coletados de forma organizada. 

Quais as vantagens de aplicar PA no Recrutamento e Seleção? 

A principal vantagem de implementar a metodologia no recrutamento e seleção é a redução de custos com contratações erradas. Existem diversos estudos que demonstram que contrata-se pelo currículo e demite-se pelo comportamento. Em muitos casos, a falta de análise do comportamento e somente das habilidades técnicas provoca a contratação errada de um funcionário, que acaba se desligando da empresa. 

Além desta vantagem, a metodologia também auxilia na busca de novos talentos que tem o perfil compatível com a cultura organizacional. Tornando-o mais engajado com os valores da empresa e com o cargo desempenhado. 

Decisões tomadas a partir da análise de dados feitas pela metodologia tem maiores chances de aprovação. Sendo elas, baseadas em dados concretos e que mostram um verdadeiro resultado e retorno financeiro para a empresa. 

Como aplicar o PA no recrutamento e seleção?

Atualmente, além da metodologia, RH’s optam por softwares de recrutamento e seleção que auxiliam a filtrar currículos que são condizentes com as habilidades que a vaga demanda, selecionando aqueles que terão mais chance de performar. É um processo desafiador da área de gestão de pessoas, por isso, requer muito cuidado. Abaixo, explicaremos passo a passo de como aplicar a metodologia de forma eficaz: 

Faça o mapeamento do perfil dos seus colaboradores

Antes de tudo, o RH precisa conhecer o perfil comportamental dos funcionários da empresa. Para identificar qual o perfil ideal e predominante de cada cargo, deverá ser feito o mapeamento dos colaboradores, que entregará traços comportamentais e competências de cada um, assim como a metodologia DISC.  

Com o perfil comportamental de todos os funcionários, o RH realizará uma análise completa das características de cada perfil, podendo identificar a relação com a performance e o engajamento com a cultura. Esses dados são essenciais para conseguir contratar de forma eficaz, por isso, é importante aplicar um teste de perfil comportamental. 

Faça o cruzamento de informações 

O RH precisa se planejar e organizar o que deve procurar para conseguir contratar um candidato que esteja alinhado com cultura organizacional e que tenha mais chances de ser um colaborador de alta performance.

Após a primeira etapa, terá em mãos,  os dados dos perfis dos funcionários e saberá aqueles que performam bem e são engajados com os valores da empresa. Identificando esses padrões, é possível criar correlações e critérios para aplicar na hora do processo seletivo. 

Logo após mapear os candidatos, o RH poderá cruzar essas informações e conhecerá por completo cada candidato, sabendo o que o motiva, aptidões e competências que podem ser desenvolvidas. Identificando assim, os possíveis talentos.

É importante lembrar, que dados demográficos podem auxiliar na correlação entre idade, local de moradia e tempo de empresa com sua performance. Essas informações podem ser valiosas na hora de analisar se algo poderá afetar a produtividade e performance dos candidatos. 

Contrate a pessoa certa para a vaga certa

Com todas as correlações e o mapeamento comportamental dos candidatos já feito, é hora de entrar em ação e selecionar o candidato ideal. Com todos esses dados, além de ter mais chances na hora de selecionar o novo colaborador, o RH poderá mostrar a diretoria todo o embasamento e como o setor tem um papel estratégico para o crescimento da empresa. 

Quando se entende como aplicar People Analytics no recrutamento e seleção, não há erro, as possibilidades de ter uma contratação mais eficaz aumentam. É importante lembrar, que para que toda essa análise de dados seja feita forma correta, é preciso ter alguém com conhecimento amplo e análitico. 

Algumas empresas optam por sistemas que auxiliam na coleta e na compilação de todos os dados obtidos. Existem softwares de RH que auxiliam não somente na gestão de pessoas por meio do comportamento mas também em todo o processo de recrutamento e seleção. Que conhecer uma ferramenta que pode ajudar você com todos esse processos? Teste gratuitamente o nosso software por 14 dias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *